VAMOS EM FRENTE JUNTOS

Siga a FullBP

  • LinkedIn - White Circle
  • White Facebook Icon

Ligue para a FullBP! (11) 2893-5568

Site versão 3.5 - Gabriel Almeida

Rua Bom Pastor, 2224 - Sala 1301. Ipiranga - São Paulo/SP - Brasil

CEP 04203-002

Como uma Plataforma de B.I. pode ajudar na negociação com fornecedores e clientes inadimplentes.

October 27, 2015

A crise econômica está impulsionando o governo a buscar alternativas para amenizar os prejuízos financeiros em diversos setores. Uma das manobras anunciada recentemente foram as alterações nas regras do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), em que ficou mais difícil obter o financiamento do ensino superior em universidades privadas. Também temos o caso da revisão de regras feita pelo governo para autorizar a construção de novos aeroportos privados no Brasil. Mais um alerta para os investidores e as empresas fornecedoras de suprimentos e tecnologia que acabam tendo os contratos paralisados.
 

Com o atraso, a ameaça de cortes e as mudanças de regras em contratos governamentais, a  expectativa de vendas de muitas organizações caiu e, junto com esse cenário, veio o medo de ser mais  uma vítima da inadimplência.

 

Agora, é preciso encontrar uma maneira de se recuperar e voltar a faturar. Quando isso acontece, a área financeira deve mais do que nunca alinhar os processos com os departam

 

entos comercial, RH, marketing e administrativo para que possam dar uma guinada na situação e aumentar a receita recorrente.

 

Além disso, uma estratégia importante é apurar os antigos débitos e contratos que dependem desse cenário macroeconômico e traçar medidas para evitar o prejuízo. Segundo dados do Serasa Experian, entre maio e junho de 2015, a inadimplência subiu para 5,9%, registrando alta de 23,4% quando comparada com o mesmo período anterior.

 

E é nessa etapa que a solução de BI (Business Intelligence) pode ajudar muito.

 

Ao analisar, por exemplo, as informações cadastrais dos clientes é possível identificar alguns pontos importantes, como:

 

  • Serviços que mais lhe atraem interesse;

  • Definir o perfil de bom ou mau pagador;

  • Identificar mudanças no status. Por exemplo, se a faixa de renda foi elevada ou reduzida nos últimos anos;

  • Período do ano que costuma comprar mais.
     

Com essas informações em mãos, é possível traçar um plano estratégico para realizar a cobrança. Tenha em mente que a responsabilidade de cobrar um cliente não deve ser exclusiva do departamento administrativo.

 

Quando a organização está munida de dados e informações sobre o perfil do consumidor, ela pode aproveitar esse momento de relacionamento com o cliente para vender novos serviços e agregar valor ao contrato atual.

 

Além disso, uma Plataforma Analítica (de Business Intelligence) oferece a oportunidade para a empresa utilizar os dados e realizar uma análise preditiva da situação, definindo, dessa forma, se o momento é de aumentar as margens de ganhos, avaliar fornecedores e rever contratos que não valem mais a pena.

 

Dentro de casa você tem uma riqueza de informações sobre seus clientes e fornecedores. Use esses dados de forma inteligente para melhorar o desempenho operacional, evitando prejuízo e aumentando a receita do seu negócio.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

4 passos para o sucesso de marketing e vendas com menor budget.

November 4, 2015

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square